Ótimas dicas de como fazer um currículo em inglês

Fazer um currículo em inglês

Para fazer um currículo em inglês é uma das dúvidas que permeiam tanto a vida de estudantes do idioma como também de quem já é fluente, mas, não conhece as regras básicas para desenvolvimento de um bom currículo.

E considerando que a criação de um currículo em inglês se torna fundamental tanto para os que querem trabalhar fora do país como para aqueles que já estão no exterior, porém, encontrando dificuldades no desenvolvimento deste documento, confira neste artigo algumas dicas de como fazer um currículo em inglês.

Antes de qualquer coisa é preciso ter a consciência de que morar em outro país é uma experiência completamente nova. Tudo é diferente do que você já está acostumado: o ambiente de trabalho, a forma de relacionamentos, o salário, os benefícios, e é claro, o próprio currículo.

Como fazer um currículo para entrar no mercado de trabalho.

O seu currículo deve contar com algumas especificidades que o destaquem. Vamos conferir?

1 – Dados pessoais – personal information

Os dados pessoais, ou melhor, “personal information”, devem ser compostos pelos seguintes tópicos: nome completo, contato (telefone ou celular e endereço de e-mail) e endereço (sem a necessidade de código postal). Os números de documentos também não precisam constar aqui.

2 – Objetivo – objective

Objetividade é tudo

Um currículo neutro, limpo, com fontes bem legíveis e bem objetivo é o mais adequado. Fontes com serifa e uso de cores muito fortes ou chamativas são opções que devem ser deixadas de lado.

O que você realmente busca com esse currículo? Lembre-se de que o seu objetivo profissional precisa ser o mais claro possível. Coloque aqui a função que você deseja desempenhar, ou melhor, o segmento que busca atuação.

3 – Formação acadêmica – academic background

No que se refere à sua formação, coloque em ordem decrescente as instituições que você estudou. As informações pertinentes são: nome do curso, nome da instituição e data prevista de formação.

Lembre-se também das abreviações: para cursos de graduação, utilize “degree”; para cursos de mestrado, “Msc” e para cursos de doutorado, “Phd”.

4 – Experiência profissional – professional experience

Na hora de adicionar suas experiências profissionais, coloque-as também em ordem decrescente. Insira o nome da instituição, o período em que fez parte da mesma, a sua função e, abreviadamente, conte quais foram as suas principais atividades desempenhadas.

5 – Computação e idiomas – computer and languages skills

Nesta parte do currículo, adicione quais são as suas habilidades com computador – como pacote Office, programas de edição de imagem, softwares, internet e assim por diante.

Na parte de idiomas, coloque cada uma das linguagens que você domina e o seu nível de conhecimento sobre elas.

6 – Atividades extracurriculares – extracurricular activities

Por fim, nesse guia você deve adicionar todas as atividades e cursos relevantes que foram realizadas nos últimos anos – principalmente se eles tiverem relação direta com a sua área de mercado atual.

Participação em trabalhos voluntários, cursos rápidos, intercâmbios, projetos científicos, congressos e outros contam como atividades extracurriculares.

Tente fazer com que o seu currículo não ultrapasse a média de duas páginas, se não, ele acaba ficando muito extenso (e de difícil leitura).

(crédito da imagem: freepik)

 

Gostou dessas dicas? Então deixe seu comentário! 🙂

Quer adaptar o inglês no seu dia a dia? Então entre em contato conosco clicando clique aqui

Ótimas dicas de como fazer um currículo em inglês
Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *