Aprenda a diferença entre Will e Going to

É natural que aprender inglês soe como algo difícil, que beira o impossível para muitas pessoas. E há quem desista antes mesmo de começar por conta deste fantasma que ronda aqueles que ousam pensar em iniciar-se no idioma. O primeiro contato com a língua estrangeira normalmente acontece através do verbo “to be” (ser/estar).

E aí já é possível começar a perceber que não se trata de nenhum “bicho de sete cabeças”, afinal, os verbos em português apresentam uma forma para
cada pessoa, já em inglês, apenas uma ou duas formas são suficientes para conjugar todas as pessoas do singular e as do plural no presente e no passado. Para as formas negativas, basta um auxiliar.

Como usar will e going to

Se você já estuda inglês e chegou até esta parte, provavelmente já esteja tremendo nas bases só de pensar em como ficarão os verbos no futuro. Mas, como você já pode perceber, as formas passado e presente foram mais fáceis que o português.

E, acredite, o futuro (tanto dos verbos quanto dos seus estudos no idioma) não será diferente. Aqui vai a boa notícia: o futuro é composto pela seguinte formação: auxiliar + verbo no infinitivo (sem “to”).

E os auxiliares neste caso são representados por apenas duas formas: “will” e “going to”.

Quer ver?

O verbo to be, quando conjugado no futuro, por exemplo, pode ser expresso por “will be” ou “going to be”. Só isso! Para todas as pessoas! Fácil não? Mas é aí que entra outra dúvida. Qual a diferença entre estes dois auxiliares? Como saber quando devo usar um e quando devo usar outro?

O segredo está na certeza. Usar um ou outro depende do quanto é certo que a ação ocorrerá no futuro.

Vamos entender melhor:

will

 

Will –

Usado quando não é certeza que a ação ocorrerá. Por conta disso, é fácil observar que este auxiliar geralmente vem acompanhado de expressões que indicam dúvida.

Por exemplo: I think (Eu acho), Maybe (Talvez), Probably (Provavelmente). Maybe, I will go to Salvador on my vacation. (Talvez, eu irei à Salvador nas minhas férias).

Entendeu?

Então, sempre que você não estiver certo do que vai fazer, expresse-se usando “will”. Não tem como errar!

going to

 

Going to –

Ao contrário do caso acima, quando você está certo do que vai fazer, a melhor forma de expressar essa ação futura em inglês é usando o auxiliar “going to”. Neste caso, as expressões que indicam incerteza ficam de fora. Aliás, você não precisa usar nenhuma expressão. Basta o auxiliar e o verbo e todos já entenderão que a ação irá realmente acontecer, você já está se organizando para tal.

I am going to wake up early tomorrow. (Eu vou acordar cedo amanhã). A essas alturas, quem disse a frase já até programou o despertador, pois trata-se de um evento já certo.

Para praticar, comece a criar frases baseadas em suas ações do dia a dia. Dessa forma, o seu cérebro assimilará melhor o conteúdo e ele passará a fazer parte de um raciocínio automático sempre que você pensar em ações futuras em inglês.

Gostou?

Então deixe seu comentário aqui abaixo.

Se você quer ver na prática como adaptar o inglês no seu dia a dia, o seu próximo passo ideal é conhecer nosso método diferenciado. Confira aqui o nosso curso de inglês ?

Grande abraço e até a próxima!

 

 

Aprenda a diferença entre Will e Going to
Rate this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *